Recent Posts

Archive

Tags

Mantenha seu coração saudável

O coração é fantástico órgão do corpo humano. Saber mais sobre como funciona o seu coração ajudará você a entender a angina. Coloque dois dedos sobre o seu pulso e espere um momento para senti-lo. Ele é rítmico, constante e forte atestando a existência de uma máquina maravilhosa que comanda seu corpo inteiro. O coração na verdade é um órgão oco, cujo tamanho aproxima-se a de um punho fechado, e que funciona como uma bomba para promover a circulação do sangue através do corpo inteiro. Com cada batimento cardíaco, a forte parede muscular do coração, chamada de miocárdio, se contrai e força a saída do sangue do coração para os vasos sangüíneos distribuídos pelo corpo inteiro. Seu coração é uma bomba altamente eficiente: no decorrer do dia, ele bombeia entre 7.000 e 8.000 litros de sangue. O coração, na realidade, trabalha como uma dupla bomba. O lado direito bombeia sangue para os pulmões, onde recebe oxigênio. O lado esquerdo bombeia este sangue rico em oxigênio para todo o corpo, enviando oxigênio para as células.


INSUFICIÊNCIA CORONÁRIA Insuficiência coronária é um estreitamento ou bloqueio gradual das artérias coronárias devido ao acúmulo de depósitos de gordura chamada placa. Trata-se de um processo que geralmente começa cedo na vida e continua por muitos anos. Pense em canos de ferro velhos e no que acontece quando a ferrugem fica impregnada no interior dos mesmos. O acúmulo de ferrugem pode reduzir o fluxo da água para um fio. A mesma coisa acontece com as artérias coronárias, embora neste caso os “canos” não sejam rígidos; elas são flexíveis, e seu diâmetro pode variar no decorrer do dia. Os depósitos de gordura acumulados nas artérias coronárias durante vários anos reduzem o fluxo de sangue. Este processo é chamado de aterosclerose. Em algumas pessoas, as artérias coronárias podem estreitar-se rapidamente e a tal ponto que muito pouco ou nenhum sangue poderá fluir através delas. Isto é chamado de espasmo coronáriano. As artérias são essenciais para o transporte de nutrientes ao coração, e quando elas se tornam entupidas ou entram em espasmo, o coração é colocado em risco de “inanição” por privação de um suprimento adequado de oxigênio. A isquemia miocárdica ocorre quando o fluxo de nutrientes ao coração é diminuído ou interrompido, ou é inadequado para as necessidades do músculo cardíaco neste momento. A insuficiência coronária é uma importante causa de problemas coronarianos mais sérios, tais como infarto do miocárdio, comumente chamado de “ataque cardíaco”.


O QUE É ANGINA?

Angina pectoris significa literalmente “dor no peito”. É dor ou desconforto que ocorre quando uma ou mais artérias coronárias não estão fornecendo suficiente oxigênio para atender as necessidades do coração. Por ser a angina um sintoma de isquemia miocárdica, ela é geralmente descrita como isquemia miocárdica sintomática. A angina ocorre com maior freqüência durante o exercício ou condição de estresse emocional porque é nesta situação que você faz o seu coração trabalhar mais. Para trabalhar mais, seu coração precisa de mais oxigênio. Se suas artérias coronárias não conseguem suprir o oxigênio extra quando o coração necessita dele, você sente a dor e o desconforto provocados pela angina. No entanto, é importante entender que uma deficiência repentina de oxigênio no coração e episódios de piora da isquemia miocárdica podem ocorrer sem causar dor ou outros sintomas perceptíveis. Tais episódios indolores são geralmente descritos como isquemia silenciosa ou assintomática e, em muitos indivíduos, pode ocorrer mais freqüentemente que as crises dolorosas. Também é importante entender que a isquemia miocárdica silenciosa apresenta o mesmo risco dos episódios dolorosos em conduzir a problemas cardíacos mais perigosos, tais como ataques cardíacos e, por fim, insuficiência cardíaca.


QUANDO PROCURAR UM MÉDICO

• Se a dor ocorrer com maior freqüência; • Se ocorrer em um momento não habitual; • Se ocorrer ao mínimo esforço ou atividade; • Se a duração da dor for superior à habitual; • Se a dor se expandir para uma área mais ampla; • Se a dor parecer mais intensa; • Se a dor parecer um pouco diferente da habitual; • Se a dor continuar mesmo após ter tomado sua medicação; • Se a dor for acompanhada de falta de ar, náusea, ou uma sensação de falha ou irregularidade nos batimentos cardíacos. Quaisquer destas alterações podem ou não sinalizar um problema sério, tal como ataque cardíaco. A única maneira de ter certeza é procurando ajuda médica.


  • Messina Clinic Youtube

© 2020 by Messina Clinic Ltd.