Recent Posts

Archive

Tags

Tratamentos atuais podem substituir a cirurgia em pacientes com varizes

Em muitos casos, não é preciso cirurgia, nem anestesia, os procedimentos realizados em consultório já proporcionam excelentes resultados

As varizes não têm cura definitiva, pois trata-se de uma doença genética e de evolução crônica. Profissionais orientam que o tratamento seja feito para uma

melhora da função da circulação, uma melhora estética e assim prevenir complicações, como Flebite, Trombose e Úlcera Varicosa.

Foto: Reprodução

VARIZES

As varizes ou veias varicosas são veias que adoecem que se tornam permanentemente dilatadas, tortuosas, e, em muitas vezes, podem fazer relevo e saliência na pele. Vários são os fatores de risco sugeridos no desenvolvimento das varizes. Os fatores hereditário e familiar são considerados como os principais. Outros associados são: gênero feminino, idade (a partir da adolescência, raro na infância e maior prevalência

entre 30 e 50 anos), obesidade, múltiplas gestações, interações de hormônios femininos, assim como, o fato de permanecer parado longos períodos em pé ou

sentado.

A dor é a queixa mais comum no quadro de varizes dos membros inferiores, geralmente, caracterizada como sensação de peso, cansaço, queimação, podendo

estar associada a inchaço e câimbras. Nos quadros mais avançados pode apresentar alterações na pele como manchas e coceira (eczema).

O diagnóstico geralmente é feito pela história clínica (queixa) do paciente e exame físico dos membros inferiores. O Ecodoppler Colorido (Mapeamento Venoso), que é

uma ecografia vascular, é um exame indolor e superficial – auxilia a complementar o diagnóstico, visualizando principalmente, as veias internas e colabora na escolha do

melhor tratamento.

TRATAMENTO

O tratamento pode ser Cirúrgico com Laser (Endolaser) e, na grande maioria dos pacientes, com procedimentos ambulatorial, no próprio consultório, com a associação

de técnicas modernas como Laser Transdérmico (sobre a pele), Escleroterapia Ampliada e Técnica de Espuma. Todos eles associados com um ar frio sobre a pele, para promover melhor resultado e tornar o procedimento indolor.

Cirurgia a laser – Endolaser e Radiofrequência

O Endolaser e a Radiofrequência são realizados através da punção da veia safena com

uma agulha, guiada pelo aparelho de ultrassom.

Cirurgia convencional – Stripping da veia safena

Nesta cirurgia são realizadas microincisões para retirada da variz. Para um melhor

resultado estético, associa-se no ato cirúrgico a escleroterapia (aplicação de varicoses).

Ecoesclero com microespuma – Técnica da Espuma

A escleroterapia com espuma é realizada através da injeção de uma “espuma

fisiológica” na veia safena e/ou outras veias superficiais. A técnica é indicada para

pacientes com Úlcera Varicosa de longa data, sendo eficaz no tratamento de varizes e

fechamento das feridas.

Laser Transdérmico

Essa técnica elimina os vasinhos através de disparos de laser – energia térmica na pele

sobre a região a ser tratada.

Escleroterapia ampliada

É uma das opções de tratamento das varicoses, onde são realizadas injeções de

substância líquida que causará “lesão” no interior destes vasinhos, e

consequentemente, o fechamento dos mesmos.

CLaCS – Crio Laser e Crio Escleroterapia

É uma técnica onde se associa o laser mais a escleroterapia ampliada, sendo indicado

principalmente para as micro varizes.

  • Messina Clinic Youtube

© 2020 by Messina Clinic Ltd.